terça-feira, 14 de maio de 2013

O poder das mãos levantadas...

Olá queridas!

Falta uma semana para encerrarmos este propósito de oração e, todos estes dias, de diversas formas e utilizando diferentes textos bíblicos, Deus tem nos trazido a mesma mensagem: continue, avance, não pare de orar! E para a minha surpresa, num destes dias, Deus me trouxe uma palavra que nos leva além da oração, além da petição... Hoje vamos conhecer "o poder das mãos levantadas". 

O povo de Deus estava em batalha contra Amaleque (que significa "aquele que destrói") e, com muita sabedoria, Moisés enviou pessoas para guerrear enquanto ele mesmo subiu ao monte para orar, interceder e profetizar a vitória. A Bíblia relata que, enquanto as mãos de Moisés estavam erguidas, em direção à batalha, o povo de Deus prevalecia, porém, quando Moisés se cansava e baixava as mãos, Amaleque prevalecia. Entenda: Moisés não estava à frente da batalha, na verdade, ele nem estava na batalha, mas observava de longe. Então, se ele nem estava lutando, porque o simples ato de levantar ou abaixar as mãos influenciava na batalha? Porque enquanto seus soldados enfrentavam uma batalha corpo-a-corpo, Moisés enfrentava uma batalha espiritual. Ele estava dando cobertura espiritual para que seus soldados vencessem. E esta é a batalha que define TUDO na vida dos servos de Deus. A primeira e mais pesada batalha que enfrentamos ao acordar não é a física e sim a espiritual pois somos governados por ele. Tudo acontece primeiro lá e depois se manifesta de maneira visível e palpável aqui. As mãos erguidas de Moisés representam três coisas:


  • Dependência total de Deus para vencer o inimigo e toda resistência
  • Cobertura espiritual
  • Profetizar a vitória


Para vencermos nossas batalhas diárias, precisamos depender totalmente de Deus, cobrir de oração nossos propósitos, nossos pedidos, nossos familiares e profetizar a nossa vitória. Já vimos anteriormente que, se nossa causa, nossa petição for justa aos olhos de Deus (clique aqui para ler sobre isso), Ele nos atenderá, então, só precisamos crer que será assim e profetizar a vitória.

Ah, mas e a parte do cansaço? Com certeza você já se sentiu cansada ao travar uma batalha por um longo período de tempo. O que fazer quando isso acontece? Devemos seguir o exemplo de Moisés que, assentado sobre uma pedra, uma rocha (sabemos que esta rocha representa Jesus) e com a ajuda de Arão e Hur que mantinham suas mãos erguidas, um de cada lado, continuou dando a cobertura espiritual necessária. Devemos firmar a nossa fé em Jesus e na Sua palavra e, com a ajuda de outras pessoas, nos mantermos em oração. Bem, é exatamente isso que estamos fazendo nestes 21 dias, orando pelas nossas causas e umas pelas outras, não é mesmo? Então, não vamos desanimar...estamos vencendo, estamos avançando juntas e continuaremos assim até o fim!
Leia o relato bíblico na íntegra em Êxodo 17:8-16

Até amanhã, na Sala do Trono!
Graça e paz!

2 comentários:

  1. Maravilhoso!!! obrigada, é muito importante aprendermos a olhar com os olhos da fé e nos posicionarmos como guerreiros ante a guerra.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso!!! obrigada, é muito importante aprendermos a olhar com os olhos da fé e nos posicionarmos como guerreiros ante a guerra.

    ResponderExcluir

O que você achou desta postagem? Comente e compartilhe com seus amigos!
Deus abençoe!