quinta-feira, 31 de maio de 2012

Qual é a sua palavra?

Olá amigas (e alguns amigos tbm) rsrsrs. Já publiquei aqui sobre um livro que li recentemente e que, graças ao Espírito Santo, trouxe um grande impacto na minha vida espiritual e emocional. Trata-se do livro Temperamentos Transformados de Tim LaHaye da editora Mundo Cristão. Aprendi muitas coisas e tenho conseguido, na maioria dos dias com sucesso, aplicar tudo o que o autor nos ensina. Glória a Deus por isso né?! E nestas tentativas diárias de acertar, de fazer a coisa certa, de fazer o que agrada a Deus, tenho sido ministrada sobre coisas que precisam, de fato, mudar. Mudar em mim, na minha vida, nas minhas atitudes. Existem momentos em nossas vidas que precisamos provocar uma mudança, que nem sempre precisa ser radical, mas é fundamental que ela aconteça. Certa vez ouvi a seguinte frase: "A vida é um eco. Se você não gosta do que está ouvindo, preste atenção ao que está emitindo", em outras palavras, se você está recebendo da vida algo que você não goste, preste atenção no seu comportamento e, se necessário, mude! Não estou aqui generalizando, existem coisas que acontecem na nossa vida que não dependem do nosso comportamento, elas simplesmente acontecem mas, quando algumas situações se repetem, sempre do mesmo jeito, é melhor acender aquela luz amarela e analisar sim nossas atitudes. As mudanças no nosso comportamento geralmente provocam a transformação que tanto precisamos. São mudanças internas que provocam mudanças externas.
Pensando nisso, descobri que algumas palavras servem como motivação para esta mudança e, como num simples ato de apertar um botão, quando a acionamos em nossa mente, a mudança acontece; em alguns casos, a mudança é instantânea. Tenho algumas palavras e, pra começar, a de hoje é: Perseverança. Existem pessoas que, por seu temperamento calmo e tranquilo, a possuem naturalmente. Porém, pessoas sanguíneas e coléricas (como eu), por natureza, sabem o quanto é difícil se manter perseverante. Estudei sobre esta palavra e, quero compartilhar aqui com vocês o que aprendi sobre ela, quem sabe, possa te ajudar também!


Perseverança
Seu verbo, Perseverar, significa: conservar-se constante; continuar a ser ou ficar; continuar; perdurar; permanecer sem mudar ou sem variar de intento*.

Encontrei esta palavra em duas passagens bíblicas que dizem o seguinte:


"Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa".
Hebreus 10:36

"Meus irmãos, tende por motivo de grande alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes".
Tiago 1:2-4


Gostei do termo "permanecer sem mudar ou sem variar de intento" que encontrei no dicionário. Na maioria das vezes, temos a tendência a desistir de projetos e de sonhos quando encontramos diante de nós um grande obstáculo. Mas o ato de perseverar é exatamente este: vencer os obstáculos. Como vencê-los? Continuando na nossa jornada rumo à realização, independente do que aconteça. Os obstáculos são inevitáveis e, até arrisco a dizer que, se não for por eles, jamais crescemos, jamais amadurecemos. É aqui que entra a passagem de Tiago 1:4...a perseverança nos torna pessoas perfeitas e íntegras e em nada deficientes. Às vezes nos comportamos como crianças mimadas que querem tudo sem nenhuma dificuldade, e isso, com certeza, é uma deficiência, mas, o que mais importa na nossa jornada não é o final dela. O final é apenas a consequência. O que mais importa é a trajetória, é vencer os obstáculos, as dificuldades e aprender a lidar com cada uma delas da melhor maneira possível. Perseverar, vencer os obstáculos é, na verdade, vencer os nossos próprios limites. Sabe quando você assume um projeto e você pensa: "Eu vou até certo ponto, o que passar disso, eu não vou mais" e, quando chega aquele certo ponto você tem duas opções: você pára e aborta o que começou ou segue adiante e supera suas limitações. O que você prefere? Não é tão fácil perseverar, eu sei, mas, pra ter uma vida realizada, uma jornada feliz, ela é fundamental.
O outro texto, em Hebreus 10:36, já coloca o ato de perseverar como algo essencial para fazer a vontade de Deus e alcançar a promessa. Deus não tem sonhos abortados, tudo o que Ele quer, Ele projeta, Ele trabalha e faz. E, como fomos criados conforme à Sua imagem e semelhança, é isso o que Ele também espera de nós. Se tem algo que, provavelmente aborrece bastante a Deus é nos ver começar algo e não terminar, não perseverar diante das dificuldades. Digo isso porque acredito, profundamente, que Ele investiu em nós as qualidades necessárias para alcançarmos tudo o que queremos, que sonhamos. O problema é que, na maioria das vezes estas qualidades não estão na superfície e, por isso, nem acreditamos que as temos. Só descobrimos e tomamos conhecimento delas quando perseveramos. Isso tem acontecido comigo e tem me deixado tão feliz! Alguns significados da palavra "Perseverança" pra mim: superar meus limites, seguir em frente, nunca desistir até conseguir o que quero, é ser sábia, amadurecer.
Encontrei uma outra frase que achei bastante propícia para dividir aqui com vocês:
A água nunca discute com seus obstáculos, mas os contorna e segue seu caminho.
O segredo nunca está nos obstáculos. Está no que fazemos quando os encontramos. Contorná-los e seguir no nosso caminho é a melhor opção, portanto, vamos perseverar.
* Fonte Dic.Aurélio


E no seu caso, qual é a sua palavra?
Bjks


GOSTOU DESTA POSTAGEM? DEIXE SEU COMENTÁRIO OU CLIQUE EM REAÇÕES!

domingo, 13 de maio de 2012

A tribulação de Asafe - Ninguém está livre disso!



Chega um momento em nossas vidas que pensamos: O que será que está acontecendo com a minha adoração?


“Quanto a mim, porém, quase me resvalaram os pés; pouco faltou para que se desviassem os meus passos...até que entrei no santuário de Deus...”
Salmo 73:2,17


Asafe era um levita que entrava no santuário constantemente para oferecer adoração perfeita ao Senhor e, através de suas canções, levar o povo à presença de Deus. Deus o havia escolhido para isso, essa era a vocação dele. Asafe nasceu numa tribo de levitas e essa deveria ser a sua função por herança até o fim de sua vida segundo as tradições judaicas. Provavelmente por seu talento musical, ele se destacava tanto que, foi nomeado como cantor principal e líder com outros levitas. Ele sempre conseguiu cumprir sua missão com sucesso, mas, de repente, sua adoração não era mais a mesma. O que será que aconteceu com aquele adorador? O que aconteceu com a essência de sua adoração a Deus? Será que Asafe já não tinha mais um coração adorador? Não quero aqui colocar em dúvida ou questionar a espiritualidade de Asafe, mas todos nós somos carne e sujeitos ao erro todos os dias. O fato de alguém ser escolhido por Deus para executar algo, no nosso caso, a adoração, não significa que este alguém tenha um coração adorador. Todos nós já ouvimos esta frase: " Deus não escolhe os capacitados, Ele capacita seus escolhidos" até já virou um clichê, mas é a pura verdade. Deus nos chama para fazer sua obra, executar a adoração, mas Ele não quer o nosso trabalho, Ele deseja nossa adoração. O nosso trabalho para Deus é muito importante, porém, o que vai confirmar a nossa salvação não são as almas que ganhamos para Cristo, não é a quantidade de folhetos evangelísticos que distribuímos, não é o que fazemos na igreja e sim as atitudes de um coração que adora de verdade! Não estou desprezando o trabalho ou tentando dizer que não é importante, pelo contrário, temos que trabalhar e muito pelo Reino de Deus, o que quero dizer é que Deus deseja a nossa adoração, Ele quer nos ensinar, por meio do Seu Espírito, a termos um coração adorador. Um trabalho perfeito e agradável só flui de um coração extremamente adorador, de um coração que realmente se preocupa e ama as almas, e é isso que Deus quer, essa é a Sua vontade. Leia Mateus 7:21-23. 

      O Pai quer nos ensinar, mas será que estamos dispostos a aprender? Afinal no que consiste um coração adorador? Voltando para Asafe, nos primeiros versos do Salmo 73 percebemos claramente a sua insatisfação diante de tantas injustiças. Mas seria possível alguém, que adora a Deus todos os dias e, como Asafe, está totalmente envolvido com as coisas da Casa de Deus, ou seja, alguém que não tem tempo para as coisas deste mundo, acompanhar tão de perto as injustiças que ele descreve? Deixe que eu respondo: Sim, e por um motivo muito simples; enquanto estivermos neste mundo vamos conviver com as injustiças. Se engana quem pensa o contrário. Aliás, não apenas se engana como também se ilude. Jesus disse que no mundo teríamos aflições, ou seja, nada será perfeito e nem fácil como desejamos, porém, Ele também disse que já venceu o mundo e essa deve ser a nossa confiança. Foi este princípio declarado por Jesus que Asafe aprendeu muito tempo antes, quando ele resolveu entrar no santuário de Deus de maneira diferente. Com certeza Asafe já estava no auge de sua tristeza e insatisfação quando decidiu entrar no santuário não apenas com seu corpo, mas com seu coração ferido e abatido. Depois de tanto tempo percebendo e convivendo com a injustiça, sua adoração já não era mais a mesma. Ele não conseguia mais ministrar como antes. Quando ele percebeu isso e entrou de verdade no santuário, tudo mudou. Lendo e prestando bastante atenção neste salmo podemos até arriscar em dizer que Asafe estava num estado depressivo, mas a presença de Deus no santuário curou e restaurou por completo aquele coração adorador a ponto dele dizer: " ainda que a minha carne e o meu coração desfaleçam, Deus é a fortaleza do meu coração e a minha herança para sempre".  Se Asafe tinha um coração adorador? Com certeza! Só mesmo uma pessoa que tem um coração adorador pode dizer tais palavras. O mais interessante nessa história é que, Asafe entrou no santuário, mas não obteve nenhuma resposta de Deus. Ele tinha tantos questionamentos que o levaram à tristeza, ao desespero, mas foi confortado somente pela presença de Deus. Seus questionamentos não foram respondidos com palavras, mas por algo muito melhor, a doce presença do Pai. Neste dia Asafe pôde entender que, independente das adversidades, Deus estava com ele. Ele ainda disse: “... quanto a mim, bom é estar junto a Deus; no Senhor ponho a minha confiança". E não foi exatamente isso que Jesus disse séculos depois? Confiar e descansar em Deus em meio às dificuldades é fruto de um coração adorador. É isso que precisamos entender. Nenhum de nós está livre de sofrimentos, de passar por adversidades, de enfrentar uma tristeza tão profunda que nos leve a depressão, porém, hoje, todos nós temos livre acesso ao Trono, ao santuário do Pai e podemos sempre entrar na hora em que precisarmos. O melhor é ter ouvidos sensíveis como os de Samuel e entrar quando Ele, o Pai nos chamar, mas mesmo quando teimamos em não entrar, digo entrar de verdade, com o coração quebrantado, Ele tem a paciência de esperar compreendermos o que é necessário. E o que é necessário compreender?  Ora, não sejamos meninos na fé, chega de só tomar o leite espiritual, vamos nos alimentar com o alimento sólido que é a Palavra de Deus! No mundo teremos aflições sim e chega de ilusão, isso acontecerá dentro e fora da Igreja. A aflição estará sempre por perto, mas você não será atingido por ela se estiver na companhia de Deus, se tiver um coração tão confiante e tão adorador a ponto de não permitir que a presença do Pai se afaste de você. Você tem conseguido fazer com que sua adoração flua para o trono de Deus quebrando as barreiras da aflição? Você tem conseguido adorar de verdade diante das aflições? Se as respostas para essas perguntas forem não, corra! Corra depressa para o santuário de Deus, não perca mais tempo! Talvez você, assim como eu, Asafe e tantos outros servos de Deus, não obtenha as respostas para seus questionamentos; nosso Amado Pai sabe o que é melhor para nós e o melhor é a Sua presença, a Sua cura. Entenda que atrair a presença de Deus e mantê-La com você é a resposta para tudo, sempre. Sua Palavra diz que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam e que foram por Ele chamados com um propósito. Você ama a Deus de verdade? Então descanse, pois tudo coopera a teu favor (até mesmo quando as circunstâncias dizem o contrário e alguém tenta te prejudicar), quando todos nós entendermos isso e experimentarmos essa verdade em nossas vidas, seremos capacitados por Deus a oferecer a Ele mesmo uma adoração mais profunda, mais sincera e mais madura.





sexta-feira, 11 de maio de 2012

Reagir...


Como você se sente em momentos difíceis? Cansada, triste, frustrada, sem esperanças? Você com certeza não é a única! Certa vez ouvi alguém dizer que, é nos piores momentos que mostramos quem realmente somos, e é a pura verdade! Só que, infelizmente, muitas de nós, nos momentos difíceis, temos mostrado algo que não somos e fazemos isso sem perceber, sem querer... Pensamos que somos fortes, e na maior parte do tempo somos mesmo, mas, quando surge uma situação inesperada e desconfortável, nos desesperamos. 
Provérbios 24:10 diz:
Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena.
Em outras palavras, se no momento da tribulação eu me mostro fraca, eu me permito abater e ficar prostrada, aí é que nada vai mudar mesmo e, aquela tribulação que deveria ser vencida, me vence com facilidade. Reconheço que, existem situações que nos transtornam a tal ponto que a nossa primeira reação é ceder à tristeza, mas, se nestas horas confiarmos na força de Deus em nós, vivenciamos algo maravilhoso. No momento em que você pensar que as suas forças acabaram, não ceda às tendências carnais, pois é quando somos fracas que nos tornamos fortes e esta força não é nossa, vem de Deus no momento em que reconhecemos nossa fraqueza e clamamos. O problema é que sempre nos esquecemos disso! Outra versão deste mesmo trecho bíblico diz:
Quem é fraco numa crise é realmente fraco.
Se é que dá pra ser mais claro do que isso, entendemos que não são nos momentos de alegria ou de vitória que mostramos a nossa força, e sim no momento da angústia. É aqui que está a nossa força: em não nos deixar abater, em reagir diante das contrariedades que surgem diante de nós. Não estou dizendo, e nem mesmo a Palavra de Deus nos promete, viver um mar de rosas todos os dias. Quando caminhamos com Deus, aprendemos que, tanto o bem quanto o mal sucede a todos, justos e injustos, cristãos ou até mesmo ateus. Problemas surgem na vida de todos, a grande diferença está em como reagimos diante deles. Acabo de me lembrar da velha história de Davi e Golias. O gigante estava desafiando todo o exército e, apenas um, que nem soldado era, se mostrou forte e, o mais inusitado aconteceu: aquele jovem rapaz venceu e trouxe honra para todo seu povo. Davi já tinha enfrentado vários desafios, mas nada parecido com aquele. Foi a vitória sobre o gigante que fez dele um homem conhecido e respeitado por todo o povo. Os desafios da nossa vida precisam ser vencidos, dia-a-dia e Deus sempre nos capacita, não importa o grau de dificuldade.
Reação, esta é a palavra de ordem que Deus nos dá. Mesmo quando enfrentamos um grande conflito e a tristeza toma conta de nós...mesmo quando nossa força é realmente pequena e nos falta a coragem de Davi. Não podemos ficar paradas, esperando que as coisas melhorem, pois, a luta só é vencida quando reagimos. De alguma maneira precisamos reagir! Quer lutando de frente com o inimigo, como fez Davi, quer orando, precisa haver alguma reação.
Jeremias, tomado pela tristeza, reagiu com um lamento cheio de dor por seu povo. Ele não conseguiu fazer mais nada...ele só clamou. Você pode fazer isso também. Mesmo quando as circunstâncias não te permitem tomar uma providência e você pensa estar de pés e mãos atadas, você ainda pode clamar, orar, jejuar... Este mesmo Jeremias, conhecido por "profeta chorão", nos ensina: (Lamentações 2:19)
Levanta-te, clama de noite no princípio das vigílias; derrama o teu coração como águas diante da face do Senhor; levanta a Ele as tuas mãos.
Não se deixe simplesmente abater. Não estou dizendo que você não terá dias difíceis. Deus não é insensível às suas dores...ele sabe o peso da sua luta e da sua aflição. Seja com a coragem de Davi ou desencorajado como Jeremias: Reaja e Deus será contigo! Mostre a sua força e o inimigo certamente retrocederá.


DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESTA POSTAGEM COMENTANDO OU CLICANDO EM REAÇÕES!

terça-feira, 8 de maio de 2012

Couraça da Justiça


Como já sabemos, uma jornada é feita de altos e baixos...Tem dias estamos a todo vapor e, em outros, mal conseguimos levantar da cama. O importante, em todos os dias, é saber que Deus está sempre conosco e, independente das circunstâncias, é ELE Quem nos conduz a uma Jornada Feliz... Durante esta campanha, todas as quartas-feiras, meu esposo tem pregado sobre a Armadura de Deus, pois com ela estamos protegidos contra as astutas ciladas do inimigo. A mensagem a seguir foi ministrada no dia 02 de Maio e só hoje tive tempo de compartilhar aqui com vcs. Espero que te edifique!

Texto base: Efésios 6:14
"Estai, pois, firmes...vestida a couraça da justiça".

Couraça = item da armadura que protege os órgãos vitais do guerreiro, do soldado. Este item, assim como todos os outros da armadura de Deus, protege contra os ataques do inimigo, porém, existe uma outra situação, que não é externa,  mas que contamina o coração do homem...

Mateus 15:10,11,18-20 - O que contamina e destrói o homem não é o que entra mas sim o que sai

Provérbios 4:21-23 - Guardar, proteger o coração porque é dele que procedem as motivações da vida.

Um coração ferido e amargurado tende a guardar mágoas e armazenar ainda mais tristezas.

Jó 1:13-19 - Na sucessão de tragédias que acometeram a vida de Jó, o inimigo preservou, em cada uma delas, apenas uma pessoa com o fim de trazer a má notícia.

Ao ouvir aquelas palavras, certamente o coração de Jó ficou dilacerado mas, ainda assim, ele teve forças para declarar as seguintes palavras: Jó 1:20-22

"Então, Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou, e disse: Nú saí do ventre da minha mãe e nú tornarei para lá, o Senhor deu e o Senhor o tomou, bendito seja o nome do Senhor. Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma".

Só mesmo uma pessoa que guarda o seu coração pode agir desta forma. Ele poderia ter dito: "De que adiantou orar e sacrificar em favor da minha família, onde estava Deus quando tudo aconteceu?" Mas ao invés disso, ele adorou a Deus. Precisamos cultivar este mesmo coração e, para isso, é necessário nos livrar de mágoas, decepções, tristezas, raízes de amargura e manter o nosso coração limpo diante de Deus.

As dificuldades trazem desgaste, mas as palavras ferem o coração. Algumas vezes, o inimigo pode usar pessoas que você ama para te dizer palavras que ferem e magoam teu coração...saiba discernir que a tua luta não é contra carne e nem sangue, mas contra os principados e potestades. Guarda o teu coração!!!

Filipenses 4:6,7


"Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças;  e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus".