segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Não à tudo que desagrada a Deus...


O pecado está bem perto mesmo! O pior é que muitos o têm convidado para entrar em suas casas!

Hebreus 12.1 diz:
 "Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta..."

Ultimamente tenho falado muito acerca das promessas de Deus, e sabe porque? Porque é por elas que devemos viver! Nossa vida, nossa motivação, nossos pensamentos, tudo que há em nós e tudo o que fazemos, precisa estar baseado nelas, nas promessas de Deus. Note que este versículo de Hebreus nos mostra o que já está diante dos nossos olhos todos os dias: o diabo é sujo e, tudo o que pode fazer para enganar os "escolhidos", pessoas como eu e você, que foram lavadas e remidas pelo sangue do Cordeiro, pessoas que receberam uma "promessa do Pai", ele faz! E não mede esforços para isso! Satanás não quer aqueles que já são dele, ele quer a mim e a você. E ele faz de tudo para enganar e seduzir "até mesmo os escolhidos" como a própria Palavra de Deus já nos advertiu.
Fico pensando na quantidade de promessas que não se cumpriram (ainda), de bênçãos que estão retidas no mundo espiritual, nas curas que ainda não aconteceram, na libertação que ainda não veio e nas orações que não foram respondidas, só porque os "escolhidos" não lançam para longe de si o pecado, a lascívia, a luxúria e toda sorte de maldição e de coisas que desagradam a Deus. Deus é misericórdia? Sim! Vivemos na época da graça? SIM! Mas tudo tem limites amados, até mesmo para Deus! 
Viver pela graça é muito mais difícil do que viver pela lei. 
Viver pela graça é escolha. Na época da lei, era a única opção!
Não vou me alongar muito neste assunto, na verdade, nunca pensei que falaria sobre isso aqui, apesar de DETESTAR SOLENEMENTE o programa. Particularmente, fere o espírito, suja a mente e a alma das pessoas. Fico horrorizada ao ver servos de Deus se prestando a este absurdo em Tv aberta e fico mais horrorizada ainda quando este mesmo servo gasta seu dinheiro comprando o pacote pela Tv à cabo, só para ficar "espiando" o tempo todo e não perder nada! Mas enfim, sempre há tempo de consertarmos o nosso altar! 

Abaixo, segue um e-mail que recebi com a opinião do respeitado escritor Luís Fernando Veríssimo, sobre este lixo mental que é o Big Brother Brasil. Não sei da veracidade deste texto, mas vale a pena lembrar que não se trata de um servo de Deus, ou de alguém que tenha conhecimento do texto de Hebreus 12:1, ou que tenha uma promessa e compromisso com o Pai, mas eu e você temos! E, se para que os "escolhidos" acordem é necessário uma pedra clamar, então que seja! Mas que nossos olhos sejam abertos e nossa mente iluminada pela Palavra de Deus! Pra finalizar minha parte:

"No céu está o nosso Deus e tudo faz como lhe agrada. Prata e ouro são os ídolos deles, obra das mãos de homens. Tem boca e não falam; tem olhos o não vêem; tem ouvidos e não ouvem; tem nariz e não cheiram. Suas mãos não apalpam; seus pés não andam; som nenhum lhes sai da garganta. Tornam-se semelhantes a eles os que os fazem e os que neles confiam".
Salmos 115:3-8

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A nova edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência. 
Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB  é a pura e suprema banalização do sexo. 
Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros...todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterossexuais. O BBB  é a realidade em busca do IBOPE.
Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB . Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis? Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores) , carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados. 

Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo dia.

Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna. Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, Ongs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).
Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!
Veja o que está por de tra$$$$$$$$$ $$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.
Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros? (Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores)

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores. Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema...., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , ·visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.



Luis Fernando Veríssimo 
É cronista e escritor brasileiro


GOSTOU DESTA POSTAGEM? DEIXE SEU COMENTÁRIO OU ABAIXO CLIQUE EM REAÇÕES!

Um comentário:

  1. Na minha opinião, não só o BBB, mas o Pânico, o Zorra Total...TUDO ISSO É LIXO!
    O problema é que as pessoas acham que não têm nada demais...
    O que vi e ouvi, pessoas cristãs dizendo "ai como eu tô bandida" é de chorar...
    E devemos sim nos lembrar que TUDO nos é lícito, mas nem TUDO nos comvém!
    Que possamos deixar de nos embriagar com o vinho, e nos encher do Espírito!
    O diabo não brinca em serviço!
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir

O que você achou desta postagem? Comente e compartilhe com seus amigos!
Deus abençoe!