segunda-feira, 25 de julho de 2011

O que você faria por amor?

24/07/2003

Ontem eu e meu esposo completamos 8 anos de casamento. Não é fácil, mas quando há a bênção de Deus e amor de verdade, tudo se torna menos complicado. Um casamento feliz e duradouro não depende apenas de uma das partes, mas dos dois. Companheirismo, cumplicidade, amizade, tudo isso não é apenas necessário, mas fundamental! Não sou especialista no assunto, e minha intenção não é de ensinar nada pra ninguém... é como eu disse, são só 8 anos...rsrsrs ainda estamos tateando e aprendendo um com o outro, mas tem sido maravilhoso!!!
Desde que nos casamos, leio Provérbios 31 e, apesar do texto nos apresentar o retrato de uma esposa ideal e "perfeita" (o que parece ser difícil pra mulher moderna), cada vez que leio, além de me apaixonar mais e mais por esta palavra, a idéia de que preciso ser como essa mulher cresce em meu coração. No verso 12 diz:
Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida.
Por esta pequena frase aprendi que o amor verdadeiro também é isso: procurar o bem do outro e não o seu próprio. É fazer pro seu esposo apenas o que é bom para ele.
O texto que segue abaixo ilustra bem isso na prática. É apenas uma história, não sei se é verdadeira, mas achei maravilhoso! Seria muito bom se todos os casais agissem assim, haveriam menos divórcios, menos famílias divididas e muito mais amor, de verdade!
Há muito tempo atrás, um casal de idosos que não tinham filhos, morava em uma casinha humilde de madeira, tinham uma vida muito tranqüila, alegre, e ambos se amavam muito.
 Eram felizes. Até que um dia...  
Aconteceu um acidente com a senhora.
Ela estava trabalhando em sua casa
quando começa a pegar fogo na cozinha
e as chamas atingem todo o seu corpo.
 O esposo acorda assustado com os gritos e vai a sua 

procura, quando a vê coberta pelas chamas e 

imediatamente tenta ajudá-la.
 O fogo também atinge seus braços e,
mesmo em chamas,
consegue apagar o fogo.
 Quando chegaram os bombeiros
já não havia muito da casa,
apenas uma parte, toda destruída.
 Levaram rapidamente o casal para o hospital mais próximo,
onde foram internados em estado grave.
Após algum tempo
aquele senhor menos atingido pelo fogo
saiu da UTI e foi ao encontro de sua amada.
 Ainda em seu leito a senhora toda queimada,
pensava em não viver mais,
pois estava toda deformada,
queimara todo o seu rosto.
 Chegando ao quarto de sua senhora, ela foi falando:
 -Tudo bem com você meu amor?
 -Sim, respondeu ele,
pena que o fogo atingiu os meus olhos
e não posso mais enxergar,
mas fique tranqüila amor
que sua beleza está  gravada em meu coração para sempre.
 Então triste pelo esposo, a senhora pensou consigo mesma:
 "Como Deus é bom,
 vendo tudo o que aconteceu a meu marido,
tirou-lhe a  visão para que não presencie esta deformação em mim.
As chamas queimaram todo o meu rosto
e estou parecendo um monstro.
E Deus é tão maravilhoso que não deixou ele me ver assim,
como um monstro
Obrigado Senhor!"

Passado algum tempo e recuperados milagrosamente,
voltaram para uma nova casa,
onde ela fazia tudo para o seu querido e amado esposo,
e o esposo agradecido por tanto amor,
afeto e carinho,
 todos os dias dizia-lhe:
 -COMO EU TE AMO.
Você é linda demais.
Saiba que você é e será sempre,
a mulher da minha vida!
 E assim viveram mais  20 anos até que a senhora veio a falecer.  
No dia de seu enterro,
quando todos se despediam da bondosa senhora,
veio aquele marido com os olhos em lágrimas,
sem seus óculos escuros
e com sua bengala nas mãos.
 Chegou perto do caixão,
beijou o rosto acariciando sua amada, disse em um tom apaixonante:
-"Como você é linda meu amor, eu te amo muito".
 Ouvindo e vendo aquela cena
um amigo que esta ao seu lado
perguntou se o que tinha acontecido era milagre.  
Pois parecia que o velhinho parecia enxergar sua amada.
 O velhinho olhando nos olhos do amigo,  
apenas falou com as lágrimas rolando quente em sua face:
 -Nunca estive cego,
apenas fingia,
pois quando vi minha amada esposa toda queimada e deformada,
 sabia que seria duro para ela continuar vivendo daquela maneira.
Foram vinte anos vivendo muito felizes e apaixonados!
Foram os 20 anos mais felizes de minha vida.
                     E emocionou a todos os que ali estavam presentes.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Teu amor me refaz...


Há alguns dias atrás acordei com um desejo imenso de restaurar uma antiga (muito antiga mesmo!) penteadeira que tenho. Ganhei de presente de aniversário da minha mãe quando fiz 18 anos. Durante toda a minha adolescência eu tinha o sonho de ter um quarto de princesa mas, como as condições eram precárias na época, isso não foi possível, até que fiz 18 anos. Minha mãe teve o cuidado de ir a um antiquário e escolher a mais bonita e mais antiga peça. Como ela já tinha quase cem anos, foi preciso restaurá-la e dar uma nova pintura. Ficou linda, toda branquinha, com um espelho de cristal maravilhoso, tive mesmo um quarto de princesa! Com o passar dos anos e, devido a quantidade de vezes que me mudei, ela foi perdendo sua beleza, como era branca, foi ficando suja, encardida, até que, com muita tristeza, deixei de usá-la. Ela ficou jogada num canto...eu queria arrumá-la, mas não sabia como fazer, não tinha também motivação pra fazer. Ela passou um bom tempo no terraço da minha casa, ao relento até que, preocupada, coloquei-a dentro de casa mas, como eu mesma por causa da obra de Deus, não estava morando nesta casa, não tinha como cuidar da ventilação no ambiente e, por isso, ela começou a mofar. Um dia, visitando esta minha casa praticamente vazia, notei isso e, mais uma vez, coloquei ela para fora pra que ela pudesse tomar um ar. E assim ficou por mais dois ou três anos. Por muitas coisas eu passei neste período, muitas mudanças, muitas transformações. Até que voltamos a morar nesta casa, fizemos uma grande reforma, aumentamos a casa e, quando tudo terminou pensei: "assim que puder, mando restaurar esta penteadeira". Eu jamais pensei que eu mesma, com minhas próprias mãos, faria isso! Mas fiz...demorou um pouco, todas as vezes que subia ao terraço, olhava pra ela e me dava aquela vontade de arrumá-la, mas não tinha tido a coragem de fazê-lo.
Nem deu tanto trabalho. Minha mãe me ajudou e, enquanto fazíamos tudo eu dizia: "poxa, se eu soubesse que seria tão fácil e tão prazeroso, teria feito isso há muito tempo". Primeiro tivemos que lixar a peça em todas as partes para depois fazer a nova pintura. Em algumas partes era mais complicado e trabalhoso lixar, pois ela tem muitas voltinhas, muitos detalhes, minha mão chegou a criar bolhas, mas fiquei muito feliz!
Bom, minha vida mudou bastante desde que a ganhei e, como não sou mais uma adolescente, restaurei-a de acordo com a minha vida, com as minhas necessidades. Tirei a parte do espelho, fiz dela uma escrivaninha e coloquei no meu quarto. Todas as vezes que olho pra ela e vejo o quanto ela ficou bonita, sinto várias coisas ao mesmo tempo: alegria, orgulho (por ter conseguido fazer algo que jamais pensei que pudesse), satisfação...Um dia desses, olhando pra ela, pensei: "É assim que Deus age conosco também, com uma única diferença: Ele é sempre capaz de tudo".
Assim como minha penteadeira que, apesar de ter um grande valor, por causa das circunstâncias, foi deixada de lado por um tempo e por isso perdeu sua beleza, também acontece conosco em alguns aspectos da nossa vida. Quantas vezes nos sentimos jogados, deixados de lado...quantas vezes em nossas vidas ficamos expostos ao relento espiritual... quantas vezes ficamos trancados no nosso quartinho fechado, sem ar, com os nossos sonhos e esperanças mofando...quantas não são as vezes em que ficamos tão expostos que chegamos até a perder a nossa beleza, as nossas características. Mas jamais perdemos o nosso valor. Pelo menos não para Deus, o Dono de nossas almas! Eu me lembro de todas as vezes que dizia ao meu marido que precisava restaurar a minha penteadeira e ele sempre me dizia a mesma coisa: "Filha, eu sei que você tem muito carinho por ela, mas essa peça não cabe mais na sua vida, esquece, você precisa se desfazer dela", e minha resposta era sempre a mesma: "Jamais vou me desfazer de um presente que custou tão caro a alguém". 
Você pode até estar se sentindo assim, como muitas vezes eu também me senti: largada, abandonada, deixada de lado, esquecida. Mas saiba que, Alguém que te comprou por um preço que, de tão caro, custou a Sua própria vida, te ama, te valoriza e quer te ver belo outra vez! Ele tem todo o interesse e o poder de te restaurar. Ele só precisa da sua motivação. Ele só precisa que você queira ser restaurado. Pode doer um pouco...Ele pode querer te lixar por completo, em todos os seus detalhes, a fim de remover todas as impurezas, todas as sujeiras que impregnaram na sua vida e isso pode até levar um tempo. No caso da minha penteadeira levou apenas três dias, mas, pode até levar anos! Só Deus é Quem sabe! Mas, uma coisa é certa: o resultado é extremamente satisfatório. Você só precisa ter a disposição de se transformar na pessoa que Deus, o seu Dono, quer que você seja. Talvez, assim como eu quis fazer algo diferente com a minha peça, Ele também queira te usar de maneira diferente de antes, e você precisa entender isso. Se eu quiser, ainda posso fazer com que ela volte a ser uma penteadeira, mas, por enquanto, quero que seja uma escrivaninha. Isso basta para mim e me deixa muito satisfeita. Deixe que o Espírito Santo faça de você a pessoa que Deus precisa que você seja agora, hoje, pois só isso O deixa feliz e basta! Olha o que o Senhor diz em Jeremias 18:1-4:
A palavra do Senhor que veio a Jeremias dizendo: Levanta-te e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras. E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as suas rodas. Como o vaso que ele fazia de barro se quebrou na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos seus olhos fazer.
Um detalhe importante é que, o que me moveu a restaurar minha peça foi o carinho que tenho por ela e seu significado para mim. Jamais se esqueça que o amor de Deus por você é grande, infinito. Para Deus você significa muito e, por isso, ele te desfaz, e refaz denovo!



Deus te abençoe!

sábado, 2 de julho de 2011

Louvor da Semana

A letra deste louvor tem impactado a minha vida de maneira muito profunda. Com tantos afazeres, tantos compromissos, tantas responsabilidades, precisamos ter o cuidado de ter esta canção sempre viva em nossos corações. Talvez você até já a conheça, mas preste atenção na letra dela, ouça e deixe que o Espírito Santo renove em seu coração também esta canção!

Renova em mim a canção do amor
Renova em mim a canção do amor
Renova em mim a canção do amor
Por ti Jesus

Leva-me de volta ao lugar do encontro
Aos primeiros dias, faz-me de novo

Leva-me ao lugar
Onde a tua voz era tão real
Leva-me ao lugar
Onde a tua palavra queimava em meu coração
Leva-me ao lugar de te amar 

Leva-me ao lugar
De simplesmente estar em adoração
Leva-me ao lugar
Onde os teus sonhos pra mim
Eram tudo que eu queria viver
Leva-me ao lugar de te amar 


Onde quer que você vá, chegue linda!


Ouvi esta frase no comercial de uma famosa empresa de cosméticos e pensei: Este é também o desejo de Deus para nós, suas filhas!!!
Deus nos criou para sermos lindas, por dentro e por fora. É muito importante ter uma boa aparência física, porém, Deus está mais interessado na nossa beleza interior, nas coisas boas que estão em nosso coração. Mas não é por isso que você deve relaxar com o seu exterior. Se você for uma mulher que ama se vestir bem, se maquiar, cuidar do seu corpo e da sua saúde, parabéns! Isso é ótimo. Porém, se você for uma mulher que se preocupa mais com sua aparência física e esquece de cuidar do seu interior, é hora de rever seus valores! De nada adianta você ser admirada e chamar a atenção das pessoas por causa da sua boa aparência e entristecer a Deus por ser vazia por dentro!
Pense nesta frase: "Onde quer que você vá, chegue linda". Todas nós queremos chegar a algum lugar, não é verdade? E, para isso, precisamos percorrer um longo e muitas vezes, árduo caminho. O salmista certa vez disse: "Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum"... Imagine isso. Todas nós atravessamos momentos bons e ruins, momentos tristes, muito tristes, como o vale da sombra da morte e outros muito alegres. É muito fácil passar por momentos alegres, bons, mas, o que Deus quer de nós diante dos momentos ruins? Exatamente o que diz o Salmo 23: Não ser afetada por causa das circunstâncias, não sentir medo ao atravessar um vale tenebroso. Conheço mulheres que, ao passar por determinada situação difícil, mudaram sua maneira de ser. Quando mudamos para melhor, ótimo, mas, na maioria das vezes, é ao contrário. Muitas mulheres ao passarem por este vale tornam-se amargas, quando na verdade, Deus permite a adversidade para nos tornarmos melhores, belas para Deus! Quando eu mudo, minhas atitudes mudam. É muito difícil passar por momentos ruins e manter seu coração cheio de fé, cheio de esperança. É muito difícil passar pelo vale da sombra da morte e não temer. É muito difícil não permitir ser influenciada pelas coisas ruins deste mundo, mas não é impossível. Passe pelo que tiver que passar, mas mantenha seu coração puro, belo e íntegro, pois, naquele grande dia, quando todas nós estivermos diante D'Ele, precisamos estar lindas para receber a coroa da nossa salvação. Por isso eu te digo: Chegue linda diante D'Aquele que te criou e faça isso todos os dias!
(Leia I Timóteo 2:9,10; 3:11 e I Pedro 3:3,4)
Uma semana de vitórias e conquistas para você!

A Síndrome de Sansão - O Mal do Século!


Existem tantos males afligindo a humanidade que fica difícil para nós dizer apenas um que seja o mal do século. Houve um tempo em que até eu mesma pensei que o grande mal do século fosse o estresse...que nada! Ainda que, ao olharmos ao nosso redor, pelo mundo afora, vemos tantas coisas ruins acontecendo, o que pode ser pior do que algo que nos afasta do nosso Criador?  Este grande mal de que falo se refere não à algo material, mas espiritual: (Romanos 8:35-39). Lendo sobre a história de Sansão, descobri que, existe algo que tem afetado, em todo o mundo, cristãos, pessoas que servem e amam a Deus de todo o seu coração. O pior de tudo é que, o fator que nos leva a ser afetados por este mal não é externo, ou seja, independe de terceiros, mas, é algo interno, que surge dos nossos corações e por nossa própria vontade. Afinal, que mal é este? A síndrome de Sansão. Para entender melhor sobre o que isso significa, precisamos antes entender quem era este homem e o que aconteceu com sua vida. Sua história se parece muito com o que acontece em nossos dias.
Quem era Sansão?
(Juízes 13:1-7)
Sansão foi um homem que nasceu com um propósito e Deus queria usá-lo de determinada maneira. Assim também é conosco. Não pense que você nasceu sem um propósito, sem uma missão. Não pense jamais que você é apenas mais um. Não importa qual rumo a sua vida tenha tomado, Deus te fez vir à existência porque deseja usá-lo de alguma forma, para cumprir os Seus propósitos. (Jeremias 1:4,5)
Da mesma forma que Sansão recebeu instruções específicas de como deveria ser a sua vida para que ele fosse capacitado a cumprir seu chamado, nós também sabemos, pela Palavra de Deus, como deve ser a nossa vida a fim de cumprirmos com excelência o chamado de Deus para nós: Santidade. A unção de Deus sobre Sansão só viria através de sua obediência em separar-se, em ser um nazireu. Era através de sua obediência que ele seria o homem mais forte dentre todos os povos. É através da nossa obediência, da nossa santidade, da nossa separação das coisas deste mundo que conhecemos mais a Deus e nos tornamos fortes diante das dificuldades (Daniel 11:32b). Este trecho do livro de Daniel é algo muito verdadeiro e talvez nele esteja uma grande explicação para a fraqueza espiritual de muitos. Quando uma pessoa deixa o conhecimento de Deus de lado ela se torna fraca e, consequentemente, deixa de realizar aquilo que Deus determinou para ela. Passa a ser uma presa fácil aos inimigos. Sansão vencia seus inimigos não pela sua própria força, mas porque Deus o capacitava através do seu nazireado: (Juízes 13:24,25). Entenda isso: Deus é comigo enquanto eu for com Ele! É claro que Deus sempre vai me guardar e me proteger, vai sempre me amar, independente da vida que eu leve, mas, ele só vai honrar minhas atitudes, só vai dar vitória para as minhas lutas, se eu estiver N'Ele! Deus faz de mim uma pessoa forte, que realiza proezas, se eu andar em obediência às Suas Palavras!
Sansão tinha uma vida honrada diante de todo o povo e de seus inimigos porque Deus estava com ele. A história só mudou quando sua síndrome veio à tona. O que é a síndrome de Sansão? Consiste em não se incomodar com o pecado; não se incomodar em fazer o que é errado. Sansão achou que não fazia mal pegar um pouco de mel que estava no corpo de um leão que ele mesmo havia ferido dias antes. Porém, seu nazireado consistia também em não tocar nada morto: (Números 6:7; Juízes 14:8,9). Infelizmente isso é o que mais acontece em nossos dias e no meio do povo de Deus. "Não faz mal falar um palavrão"; "não faz mal estar em fornicação, a carne é fraca mesmo"; "Não faz mal ouvir uma música mundana, filmes e programas que não edificam". Amados, isso tudo é muito sério. Temos nos deixado levar por coisas mundanas que em nada edificam e ainda pensamos: "Não faz mal" quando na verdade faz SIM, muito mal! Não é porque estamos neste mundo que podemos participar das coisas que ele nos oferece. Quer dizer, até podemos, mas não devemos pois não nos convém. Perceba que Sansão se desviou de seu caminho apenas para observar o corpo morto do leão. Provavelmente ele queria se gabar, para si mesmo, de sua força, pois ele não usou arma alguma para matá-lo. Acredito que ele não pensou em momento algum em tocar naquele corpo morto, ele só não contava que seria atraído a isso e seria irresistível não tocar. Assim são as coisas deste mundo. Existe sempre algo doce como mel nas obras mortas. Nossa intenção não é pecar, desviar-se dos caminhos de Deus, porém, depois de atraídos, fica quase impossível não ser levado:(Tiago 1:14). Quando cometemos práticas que "não fazem mal", sem perceber, somos influenciados por elas. Quando eu entro em harmonia com as coisas deste mundo mais do que com as coisas espirituais, eu me sujeito e submeto minha mente à elas. Sem que eu perceba, meus pensamentos e atitudes tornam-se frutos de obras mortas. Eu permito que as consequências espirituais daquela prática penetrem em minha vida e, aos poucos, consumam a santidade e pureza que há em mim. Acredite, o mundo não tem nada que seja bom para o nosso espírito a nos oferecer. Em Gálatas 5:19-21 Paulo relata com bastante clareza tudo o que o mundo tem a nos oferecer. Numa simples novelinha inocente fica bem fácil você encontrar todos estes ingredientes juntos, é ou não é verdade?! E ainda tem cristãos que deixam de ir à Igreja, muitas vezes para buscar o Espírito Santo, porque não pode de forma alguma perder o último capítulo, e este é só um exemplo. Seria engraçado se não fosse triste! 
O resultado disso tudo pode ser o mesmo fim trágico de Sansão. Um homem que nasceu com um propósito, cumpriu até certo ponto e terminou seus dias envergonhado. É verdade que Deus foi com ele em seu último suspiro, mas, você com certeza concorda que, se ele tivesse sempre andado em obediência ao seu nazireado, ele jamais teria perdido uma batalha sequer.
Precisamos estar vigilantes, atentos. As coisas deste mundo servem para roubar nosso tempo e nos distrair do que realmente é importante. As coisas que pensamos "não faz mal" nos impedem de ser fortes, conquistar, vencer nossos desafios e ter uma vida honrada até o fim. Bem-aventurado é aquele que não tem de que se envergonhar. Pense nisso!
(Leia também Colossenses 3:8;  I Coríntios 10:12 e II Timóteo 2:15)