sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Conhecerei e Prosseguirei...

Oi queridos, que a paz que execede a todo entendimento seja sobre cada coração neste dia!
Ontem à noite, enquanto orava, o Espírito Santo trouxe à minha memória este louvor do Diante do Trono:


"Conhecerei e prosseguirei em conhecer-te Senhor
Me lançarei com tudo que sou
nas profundezas do teu imenso amor
Te amarei com meu coração, com todas as minhas forças
e cantarei louvores a Ti, meu Deus, meu Redentor"

Comecei a cantarolar e já fui logo abrindo a Bíblia em Oséias 6:3, onde dizia:



"Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor: como a alva será a sua saída; e ele a nós virá como chuva, como chuva serôdia que rega a terra".


Há alguns dias atrás, vimos a respeito de Natanael e da experiência que o fez conhecer o Senhor Jesus. Aprendemos sobre a promessa que ele recebeu do próprio Messias e entendemos que, essa promessa é também para nós e que precisamos vivê-la diariamente.
Deus está sempre disposto a abrir os céus mas somos nós quem precisamos nos preparar a cada dia para contemplar isso. Por mais que o nosso Pai de amor queira e até abra os céus, nós nunca vamos conseguir enxergar se os nossos olhos, se o nosso entendimento espiritual estiverem fechados. Digo isso porque quantas vezes Deus tem nos abençoado, quantas vezes Deus tem nos dado livramentos, quantas vezes os céus estão abertos sobre nós, os anjos de Deus estão trabalhando a nosso favor e mesmo assim nós continuamos murmurando simplesmente porque as coisas talvez não estejam exatamente do jeito que gostaríamos?!
As preocupações com as coisas que precisamos, com os problemas que temos para resolver, com a correria da vida diária, na maioria das vezes, está nos tirando e nos afastando do que é realmente importante: o conhecimento de Deus, o conhecer e prosseguir em conhecer a Deus.
A solução dos nossos problemas, as coisas que precisamos, tudo isso é terreno e passageiro, mas, conhecer a Deus é algo eterno.
Ver os céus abertos diariamente é algo espiritual, eterno e está diretamente ligado à experiência de conhecer a Deus. Quando não só conhecemos, mas buscamos continuar, prosseguir conhecendo, temos a nossa vida restaurada e transformada todos os dias. Se conhecermos apenas um dia, teremos apenas um dia de transformação mas, se continuarmos conhecendo todos os outros dias, teremos uma vida inteira de milagres e sinais. Na mesma medida que buscarmos é que receberemos.
Meditando nos 3 primeiros versos de Oséias 6 vemos que:

  1. "...ele nos despeçou e nos sarará..." Isso não significa que Deus tenha nos despedaçado com suas próprias mãos e sim que ele permite que  nossos problemas, as nossas lutas nos despedacem quando não queremos viver segundo a Sua vontade. Tudo isso para entendermos que a vontade D'Ele e Seus planos são melhores do que o nosso querer e a nossa vontade (Jer. 29:11-13). Quando finalmente entendemos isso é maravilhoso. Existem pessoas que passam uma vida inteira e não entendem!

  2. "...depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante D'Ele..." Este verso fala explicitamente do sacrifício e ressurreição de Jesus nos mostrando que é através D'Ele que temos vida em abundância. É através de Jesus que estaremos para sempre diante de Deus; não existe nenhum outro caminho, nenhum atalho, é somente por Jesus mesmo!

  3. "Conhecamos e prossigamos em conhecer o Senhor..." Depois de ter a experiência de reconhecer Jesus como nosso único, exclusivo, suficiente e eterno salvador, precisamos prosseguir conhecendo . 
Quando conhecemos a Deus, passamos a ter paz em meio às nossas guerras; passamos a enxergar o sobrenatural diante das contradições da nossa vida e passamos a ter força suficiente para avançar, para prosseguir, pois a cada dia teremos mais e mais de Deus para conhecer.

Super beijo a todos!!!

Bárbara Leandro

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Uma mente fortalecida

“Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme, porque ele confia em Ti”.
Isaías 26:3

Quando eu penso no sentido real da palavra firme, logo me vem à mente a idéia de algo que é inabalável, forte. E é assim que Deus quer que aqueles que confiam N’Ele estejam: fortes e inabaláveis.Quando recebemos D’Ele uma promessa, podemos estar certos e tranqüilos porque certamente se cumprirá. Na teoria, tudo bem, parece perfeito, não é verdade?! Mas na prática, enquanto esperamos pelo cumprimento da promessa é bem diferente. Principalmente quando precisamos com urgência do cumprimento dessa promessa. Pode ser uma porta de emprego, uma cura, a salvação de alguém que amamos, a restauração de um casamento e até de relacionamentos familiares.
A espera pela promessa, em determinados momentos, pode nos trazer incerteza e este é um sentimento que contamina e enfraquece o coração do homem. É um sentimento que traz ansiedade, tristeza, confusão, desânimo e desgaste espiritual.
Temos uma grande lição a aprender com nossos pais na fé, Abraão e Sara. Eles tinham recebido uma promessa, mas os dias, os meses, os anos iam se passando, e tudo continuava da mesma forma. Quer dizer, tudo menos seus corpos, pois, à medida que iam envelhecendo ficava difícil acreditar que eles seriam pais de multidões sendo que, quase aos 90 anos de idade eles ainda não tinham nenhum filho!
Eles provaram cada um dos sentimentos que citei acima. Ficaram ansiosos, confusos, tristes, desanimados e até mesmo desgastados. Essa mistura de sentimentos fez com que eles tomassem decisões e atitudes precipitadas. Mas eles tinham uma promessa, e, mesmo com suas falhas e imperfeições, mesmo nos momentos em que a incredulidade na promessa os fez vacilar, Deus mantinha sua palavra, firme e inabalável. E é assim conosco também. Temos uma promessa firme e inabalável. Só precisamos nos colocar na posição para recebê-la.
Quem de nós que, diante de tantos problemas, diante de tantos sonhos, não está também disposto a receber uma promessa de que nossos problemas terão solução e que os nossos sonhos serão realizados? É muito bom receber uma promessa feita por Deus para nós, no momento em que a ouvimos nos traz muita alegria. Porém, temos que ter a consciência de que, junto com a promessa, precisamos adquirir também uma firmeza de espírito, uma mente firme e confiante. Quando cultivamos todos os dias uma mente firme e confiante, os nossos pensamentos são direcionados apenas para a promessa de Deus e não estaremos inclinados às circunstâncias que são, na maioria das vezes, contrárias às promessas que recebemos. Precisamos ter uma mente firmada em Deus pois isso nos garante a paz em toda e qualquer circunstância.
Se temos colocado as nossas vidas nas mãos de Deus, podemos confiar que seu amor por nós nunca falha. Tudo que Deus faz por nós é porque nos ama e esse amor é e sempre será incondicional. Se nos repreende é porque está sendo nosso Pai; se nos faz esperar é porque está nos preparando para viver o que Ele tem para nós...enfim, independente do que aconteça enquanto esperamos suas promessas se cumprirem, temos que buscar “todos os dias” ter uma mente e pensamentos firmes, confiantes e inabaláveis. Pra finalizar, em Isaías 26: 1 diz assim:

“Naquele dia, se entoará este cântico na terra de Judá: “Temos uma cidade forte; Deus lhe põe a salvação por muros e baluartes””.

Este é o cântico daqueles que tem uma mente firme, daqueles que tem firmes propósitos e daqueles que jamais abrem mão de viver as promessas que o Pai lhe fez.
Agora, se puder, faça uma pausa, Cante e Adore ao Senhor com um trecho dessa canção, um pouco antiga e ao mesmo tempo tão atual que o Espírito Santo trouxe à minha memória:



“Firme oh Deus está meu coração
Firme nas promessas do Senhor
Eu continuo olhando para Ti
E assim eu sei que posso prosseguir
E mesmo quando eu chorar
As minhas lágrimas serão
Para regar a minha fé
E consolar meu coração
Pois o que chora aos pés da cruz
Clamando em nome de Jesus
Alcançará de Ti Senhor
Misericórdia, Graça e Luz”





Lute todos os dias para seguir firme e confiante!
Bjks e até a próxima!





        Bárbara Leandro






domingo, 5 de setembro de 2010

Nada menos do que os céus abertos...

Oi amados!!! Que a paz seja com todos!!!
Comecei este mês relendo o Evangelho de João, o "apóstolo do amor". Escolhi este evangelho pra este mês porque realmente João faz jus à sua fama. Ele consegue, através de suas palavras, nos fazer sentir o amor de Jesus por nós. Não sei vocês, mas eu sinto a emoção do amor de Deus por mim quando leio: "Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêm no seu Nome" (1:11,12). E é exatamente sobre isso que Deus ministrou meu coração nesses primeiros dias de Setembro: crer e reconhecer o Senhor Jesus em nossas vidas.
No Evangelho de João 1:43-51 vemos a experiência que Natanael teve ao conhecer Jesus. A princípio ele não queria acreditar que o tão sonhado Messias era chegado e vinha de Nazaré, mas, no momento do encontro, Jesus lhe fala ao coração, revelando algo que somente Natanael sabia. A partir deste momento não lhe restava dúvida, e Natanael declara: "Mestre, tu és o filho de Deus, tu és o Rei de Israel". Jesus termina o diálogo dizendo: "Porque disse que te vi debaixo da figueira, agora acreditas? Coisas maiores do que estas verás. Daqui em diante vereis os céu aberto e os anjos de Deus subirem e descerem sobre o Filho do Homem". Que maravilhoso! A partir do momento em que Natanael creu de todo coração em Jesus como Messias, ele recebeu a promessa de ver sempre o céu aberto, os anjos de Deus , ou seja, ele recebeu a promessa de passar a enxergar as coisas espirituais. E essa promessa é também para nós que cremos de todo coração no Senhor Jesus e o reconhecemos não apenas como Rei de Israel, mas principalmente, Rei das nossas vidas.
Como seguidores de Cristo, como pessoas que crêm no seu Nome, temos que ver, todos os dias o céu aberto sobre nós, os anjos de Deus trabalhando em nosso favor, milagres acontecendo à nossa volta e em nossas vidas. Nada menos do que isso, nada diferente disso é aceitável. Se isso não tem acontecido em nossos dias é porque algo está errado. Precisamos viver essa promessa poderosa, proferida pelo próprio Messias diariamente. Nos tempos de Jesus, eram os discípulos que O seguiam e testemunhavam dos milagres que Ele realizava. Hoje em dia, não temos Jesus em carne para que possamos segui-Lo, porém,  se cremos em seu Nome e o reconhecemos como nosso Rei, se buscarmos ter experiências com Ele,  o Espírito Santo conduzirá nossos passos, guiará nossos caminhos e, onde quer que estejamos, podemos atrair a Sua presença e ver seus milagres, seus sinais nos seguindo e os céus se abrindo sobre nós (Mc. 16:17,18). Nada menos do que isso, nada diferente disso, por melhor que possa parecer, vai valer a pena.
Tudo na nossa vida é uma escolha. O que vamos escolher? Viver um evangelho medíocre ou viver o evangelho pregado pelo Messias? Viver uma vida natural ou viver uma vida sobrenatural? É importante notar que Natanael era um "verdadeiro israelita, em quem não havia dolo". O que Jesus queria dizer com isso? Provavelmente Natanael era um homem que cumpria à risca os mandamentos, era um homem que observava a Lei, em outras palavras, era um religioso nato e, mesmo assim, de pronto, ele não acreditou que o Messias vinha de Nazaré. Temos que entender isso. As coisas espirituais só podem ser discernidas espiritualmente (I Cor. 2:14). Natanael só entendeu que Jesus era o Messias, o Filho de Deus, quando esteve diante D'Ele. E assim será conosco também. Só teremos a revelação de Jesus quando deixarmos de lado nossa religiosidade e buscamos uma experiência particular e diária com Ele. Ah, só pra concluir, e eu não poderia deixar de colocar isso (kkkkkkk) é muito fácil estreitar nossa comunhão, buscar novas experiências  e ver o céu aberto sobre nós quando atraimos a presença de Deus Cantando e Adorando ao Senhor, pois, é no meio dos nossos louvores que Ele habita e realiza o sobrenatural.

Até a próxima, bjks
Bárbara Leandro